Uroginecologia   

Milhões de mulheres sofrem de perdas urinárias, prolapso pélvico e distúrbios intestinais – você não está sozinha! Recorra aos uroginecologistas certificados pelo conselho do Sistema de Saúde da UNM e aos prestadores certificados de práticas avançadas para cuidados de saúde compassivos das mulheres.

Nossa equipe de uroginecologistas especialistas está comprometida em melhorar sua qualidade de vida e ajudá-lo a recuperar o controle e a confiança. Com uma abordagem centrada no paciente, instalações de última geração e uma equipe multidisciplinar, estamos aqui para apoiá-lo em cada etapa de sua jornada rumo ao bem-estar.

O que é um uroginecologista?

Um uroginecologista, ou urogin, recebe treinamento especial para diagnosticar e tratar mulheres com distúrbios do assoalho pélvico. Você pode ter um médico de atenção primária, obstetra/ginecologista ou urologistas que ajudam a controlar seus distúrbios do assoalho pélvico; no entanto, um uroginecologista pode oferecer conhecimentos adicionais. Converse com seu médico sobre um encaminhamento para um urogin se você tiver problemas de prolapso e/ou incontinência urinária ou fecal problemática. Ou, se você tiver problemas para esvaziar a bexiga ou o reto, dor pélvica ou na bexiga, fístulas.

Que condições tratamos?

Na Divisão de Uroginecologia da Universidade do Novo México, nos especializamos no diagnóstico e tratamento de vários distúrbios do assoalho pélvico. Isso inclui o seguinte:

  • prolapso de órgãos pélvicos: quando órgãos da pelve, como bexiga, útero ou reto, mudam ou caem de suas posições normais, causando desconforto ou sensação de protuberância.
  • Vazamento de urina (Incontinência Urinária): Quando você tem pouco controle sobre a bexiga e experimenta vazamento inesperado de urina, como ao tossir, espirrar ou rir ou não consegue chegar a tempo ao banheiro.
  • Vazamento de fezes (Incontinência fecal): Quando você tem dificuldade em controlar os movimentos intestinais, resultando em vazamentos inesperados ou acidentes.
  • Bexiga hiperativa: quando os músculos da bexiga se contraem com mais frequência do que o normal, causando uma vontade repentina e forte de urinar, mesmo que a bexiga não esteja cheia.
  • Dificuldade para esvaziar: quando você tem dificuldade para esvaziar completamente a bexiga ou o intestino, causando uma sensação de micção incompleta ou esforço ao urinar ou evacuar.
  • Síndrome da dor na bexiga (Cistite Intersticial): Condição caracterizada por dor crônica ou desconforto na região da bexiga, muitas vezes acompanhada por necessidade frequente de urinar e sensação de urgência.
  • Fístulas (vesicovaginal ou retovaginal): Conexões ou aberturas anormais que se desenvolvem entre a bexiga e a vagina ou entre o reto e a vagina, resultando em vazamento de urina ou fezes pela vagina.
  • Tratamento de complicações da malha vaginal e pélvica: Envolve abordar questões relacionadas à tela cirúrgica usada para apoiar os órgãos pélvicos, incluindo dor, desconforto ou erosão da tela.

Como diagnosticamos essas condições?

O diagnóstico preciso é crucial no desenvolvimento de um plano de tratamento eficaz. Nossos uroginecologistas experientes utilizam uma abordagem abrangente para diagnosticar distúrbios do assoalho pélvico. Isso pode envolver uma revisão completa do histórico médico, exame físico, testes urodinâmicos, estudos de imagem e procedimentos especializados, como cistoscopia ou urodinâmica. Nosso objetivo é entender sua situação única e fornecer um diagnóstico preciso para orientar seu tratamento.

Além disso, na UNM, nossos uroginecologistas colaboram com um especialista de renome mundial em ultrassonografia pélvica. Com acesso a tecnologias avançadas como ultrassom 3D, Doppler e outras modalidades, podemos gerar imagens detalhadas de seus órgãos e região pélvica. Estas ferramentas de diagnóstico de última geração permitem-nos identificar e tratar com precisão as doenças pélvicas, garantindo um cuidado abrangente que vai além dos métodos convencionais. Ao aproveitar este recurso inestimável, estamos empenhados em fornecer diagnósticos precisos e tratamentos eficazes que possam descobrir e tratar condições pélvicas que, de outra forma, poderiam passar despercebidas.

Quais tratamentos estão disponíveis?

Oferecemos uma ampla gama de opções de tratamento para tratar seu distúrbio do assoalho pélvico. Nossa abordagem é individualizada e considera seus sintomas, estilo de vida e preferências específicos. As opções de tratamento podem incluir terapias conservadoras, como fisioterapia do assoalho pélvico, modificações comportamentais e medicamentos. Para casos mais complexos, podem ser recomendadas intervenções cirúrgicas como procedimentos minimamente invasivos ou cirurgia reconstrutiva. Fique tranquilo, nossa equipe trabalhará em estreita colaboração com você para determinar o plano de tratamento mais adequado e eficaz para suas necessidades.

Nossas opções de tratamento não cirúrgico incluem o seguinte:

  • Treinamento muscular do assoalho pélvico: envolve exercícios para fortalecer e coordenar os músculos do assoalho pélvico, o que pode ajudar a melhorar o controle da bexiga e do intestino.
  • Modificações comportamentais e de estilo de vida: Os uroginecologistas podem recomendar mudanças nos hábitos diários, como modificações na dieta, manejo de líquidos e técnicas de micção cronometradas, para tratar os sintomas de incontinência urinária ou fecal.
  • Medicamentos: Certos medicamentos podem ser prescritos para controlar os sintomas associados a distúrbios do assoalho pélvico, como bexiga hiperativa ou síndrome de dor na bexiga.
  • Fisioterapia do assoalho pélvico: Esta terapia especializada envolve técnicas práticas, exercícios e biofeedback para melhorar a função muscular, aliviar a dor e otimizar a saúde do assoalho pélvico.
  • Inserção de pessário: Um pessário é um dispositivo removível inserido na vagina para fornecer suporte aos órgãos pélvicos em casos de prolapso de órgãos pélvicos.
  • Terapias de estimulação nervosa: Técnicas como a estimulação percutânea do nervo tibial podem ser usadas para modular a atividade nervosa e melhorar o controle da bexiga.
  • Injeções de Botox: Em alguns casos, as injeções de Botox podem ser administradas para relaxar os músculos hiperativos da bexiga, reduzindo a urgência e a frequência urinária. Em alguns casos, podemos administrar injeções de Botox para pacientes com mialgia do assoalho pélvico
  • Instilações na Bexiga: Uma opção de tratamento para IC/PBS, que envolve encher a bexiga com uma solução, deixá-la no local por um curto período de tempo e depois drenar a solução.
  • Aconselhamento e terapia comportamental: Os uroginecologistas podem encaminhar os pacientes para conselheiros ou terapeutas especializados em distúrbios do assoalho pélvico para fornecer apoio, orientação e estratégias de enfrentamento.

Nossas opções de tratamento cirúrgico incluem o seguinte:

  • Reparo de prolapso de órgãos pélvicos: Procedimentos cirúrgicos para restaurar a posição normal e o suporte dos órgãos pélvicos, como bexiga, útero ou reto, que podem envolver o uso de tecidos nativos ou malha sintética. Além disso, oferecemos a opção para pacientes que desejam manter o útero, mas ainda assim recebem um reparo de prolapso (também conhecido como histeropexia).
  • Colocação de tipoia miduretral: Um procedimento minimamente invasivo para tratar a incontinência urinária de esforço, apoiando a uretra com uma tipoia feita de malha ou tecido sintético.
  • Suspensão do colo da bexiga: Cirurgia para corrigir a incontinência urinária, apoiando o colo da bexiga e a uretra para melhorar o controle e reduzir vazamentos.
  • Tratamentos de volume uretral: Um procedimento em que agentes de volume são injetados nas paredes da uretra para ajudar a fechar o esfíncter.
  • Reparo de fístula: Reparo cirúrgico de aberturas anormais, como fístulas vesicovaginais (entre a bexiga e a vagina) ou retovaginais (entre o reto e a vagina), para restaurar a função urinária ou intestinal normal.
  • Terapia de Sacroneuromodulação: Colocação de um pequeno dispositivo próximo aos nervos sacrais para fornecer neuromodulação e melhorar os sintomas de bexiga hiperativa ou retenção urinária.
  • Cirurgia Assistida por Robótica: Utiliza sistemas cirúrgicos robóticos para realizar cirurgias pélvicas complexas com maior precisão e invasividade mínima.
  • Cirurgia Reconstrutiva Vaginal: Procedimentos para reparar ou reconstruir o canal vaginal, abordando questões anatômicas ou funcionais específicas.

É importante lembrar que os tratamentos recomendados dependerão do diagnóstico, dos sintomas e da saúde geral de cada paciente. Os uroginecologistas avaliarão as circunstâncias únicas de cada paciente e desenvolverão um plano de tratamento personalizado para atender às suas necessidades específicas.

De quais estudos de pesquisa você pode participar?

A Divisão de Uroginecologia orgulha-se de participar ativamente em pesquisas de ponta para avançar no campo da uroginecologia e melhorar os resultados dos pacientes. Oferecemos oportunidades para pacientes elegíveis participarem em estudos de investigação e ensaios clínicos, dando-lhe acesso a tratamentos inovadores e a oportunidade de contribuir para os avanços médicos. A sua participação pode fazer a diferença não só nos seus próprios cuidados, mas também nas futuras gerações de mulheres que enfrentam condições semelhantes. Convidamos você a explorar nossas oportunidades de participação em pesquisas e a se juntar a nós na definição do futuro dos cuidados uroginecológicos.

Onde posso encontrar mais informações?

Para saber mais sobre seu distúrbio do assoalho pélvico e opções de tratamento, você pode estar interessado nos seguintes sites:

Fique conectado e junte-se à nossa comunidade seguindo nosso Instagram @unm_urogynecology. Compartilhamos conteúdo educacional, campanhas de conscientização e atualizações sobre os últimos avanços em uroginecologia. Conheça-nos e siga-nos no Instagram hoje mesmo e embarquem juntos em uma jornada rumo à saúde pélvica ideal!

Nossos locais:

Centro de Saúde Feminina da UNM
2130 Eubank Blvd NE
Albuquerque, NM 87112
Telefone: 505-272-2245

Centro Médico Regional Sandoval
3200 Broadmoor Blvd
2nd Floor, Orthopedic Center of Excellence Building
Rio Rancho, NM 87144
Telefone: 505-994-7397

Nossa Missão e Visão de Futuro  

Como Divisão de Uroginecologia, estamos comprometidos em fornecer atendimento excepcional a mulheres com distúrbios do assoalho pélvico. Nós nos esforçamos para oferecer um tratamento seguro, eficaz e compassivo que capacita nossos pacientes a assumir um papel ativo em sua saúde. Nossa equipe de médicos treinados, equipe experiente e pesquisadores dedicados trabalham juntos para garantir que nossos pacientes recebam o melhor atendimento possível.

Nossa visão é ser o principal centro de prevenção, diagnóstico e tratamento de distúrbios do assoalho pélvico. Conseguiremos isso fornecendo atendimento de alta qualidade, realizando pesquisas inovadoras e oferecendo oportunidades educacionais inigualáveis ​​para nossa equipe e estagiários. Acreditamos que um ambiente acolhedor e de apoio leva a pacientes satisfeitos e funcionários satisfeitos, e estamos comprometidos em promover uma cultura de colaboração, inovação e excelência.

Marque uma consulta

Para agendar uma consulta de uroginecologia, ligue para 505-272-2245.